Fibra alimenta suas bactérias amigáveis

Juntamente com outros micróbios encontrados em seu sistema digestivo, essas bactérias são chamadas de flora intestinal ou microbioma intestinal. Womax resenha

Diferentes espécies de bactérias desempenham papéis importantes em vários aspectos da saúde, incluindo controle de peso, controle de açúcar no sangue, imunidade e até mesmo função cerebral.

Assim como outros organismos, as bactérias precisam se alimentar bem para se manterem saudáveis.

É onde a fibra solúvel, em sua maior parte, entra. A fibra solúvel passa pelo seu sistema digestivo praticamente inalterada, chegando às suas bactérias intestinais amigáveis ??que a digerem e a transformam em energia utilizável.

A fibra que beneficia a sua bactéria intestinal é conhecida como fibra prebiótica ou fibra fermentável. Considera-se muito benéfico para a saúde e o peso corporal.

Certas fibras insolúveis, como o amido resistente, também funcionam como prebióticos.

RESUMO
A fibra não é digerida e tende a atingir seu intestino grosso relativamente inalterado. Lá, certas fibras solúveis ajudam a alimentar as bactérias amigáveis ??do intestino que são essenciais para uma boa saúde.
Bactérias boas ajudam a combater a inflamação
As bactérias do intestino são conhecidas por seu efeito na inflamação crônica.

Eles produzem nutrientes para o seu corpo, incluindo ácidos graxos de cadeia curta que alimentam as células do cólon.

Isso leva à redução da inflamação do intestino e melhora dos distúrbios inflamatórios relacionados.

Apenas para esclarecer, a inflamação aguda (de curto prazo) é benéfica porque ajuda seu corpo a combater invasores estrangeiros e reparar células danificadas.

No entanto, a inflamação crônica (de longo prazo) é um problema sério, pois pode começar a combater os próprios tecidos do corpo.

A inflamação crônica de baixo nível desempenha um papel importante em quase todas as doenças ocidentais crônicas, incluindo doenças cardíacas, Alzheimer e síndrome metabólica.

Há também evidências crescentes de que a inflamação está associada ao ganho de peso e à obesidade.

Vários estudos observacionais demonstram que uma alta ingestão de fibras está ligada a níveis mais baixos de marcadores inflamatórios na corrente sanguínea.

RESUMO
A inflamação está associada a muitas doenças do estilo de vida, incluindo a obesidade. O consumo de fibras tem sido associado à redução da inflamação.
Fontes ricas de fibra viscosa
Fibras viscosas ocorrem exclusivamente em alimentos vegetais.

Fontes ricas incluem feijão e legumes, sementes de linho, aspargos, couve de Bruxelas e aveia.

Se você planeja mudar para uma dieta rica em fibras, lembre-se de fazê-lo gradualmente para dar tempo ao seu corpo para se ajustar.

Desconforto abdominal, cãibras e até mesmo diarréia são efeitos colaterais comuns se você aumentar a ingestão de fibras muito rapidamente.

RESUMO
Fibra solúvel, viscosa só é encontrada em alimentos vegetais. Alimentos integrais como feijão, aspargos, couve de Bruxelas e aveia são ricos em fibras viscosas.
Suplementos de fibra são eficazes para perda de peso?
Os suplementos de fibras são tipicamente feitos isolando a fibra das plantas.

Embora essas fibras isoladas possam ter alguns benefícios para a saúde, as evidências para o controle de peso são confusas e pouco convincentes.

Um estudo de revisão muito extenso descobriu que psyllium e goma de guar – ambas fibras solúveis e viscosas – são ineficazes como suplementos de perda de peso.

Uma exceção notável é o glucomanano, uma fibra extraída da raiz konjac.

Esta fibra dietética incrivelmente viscosa causa perda de peso modesta quando usada como suplemento.

No entanto, a suplementação com nutrientes isolados raramente faz muita diferença por si só.

Para o maior impacto, você deve combinar suplementos de fibra com outras estratégias de perda de peso saudável.

Embora o glucomanano e outros suplementos de fibras solúveis sejam uma boa opção, é melhor concentrar sua dieta em alimentos vegetais integrais.